AMADA AMANTE DOS VERSOS
Sou borboleta, sou metamorfose; sou quase perfeita... sou osmose. Sou Madalena de Jesus.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos




CLASSIFICAÇÃO DAS PALAVRAS


* Grifo meu, em razão de um estudo que tive de fazer no pretérito quando, naquela ocasião, em uma submissão de trabalho passei a concorrer a uma prova oral, em uma bancada de concurso, quando tive a --felicidade de sortear o seguinte tema: Histórico e Evoluções das Normas da Língua Portuguesa (...) Por isso, deixo aqui uma breve e, a meu ver, necessária, explicação, em relação à classificação quanto ao número de sílabas". Madalena de Jesus

A classificação relativa aos conteúdos a ser estudado nas escolas portuguesas, e de acordo com o nível de aprofundamento com que devem ser ministrados, são regulados pelos programas publicados pelo Ministério da Educação, que, por sua vez, devem obedecer às nomenclaturas oficiais em vigor. A transição da nomenclatura gramatical, Está solidificando-se nas escolas e foi publicado no Diário do Governo através da Portaria n.º 22 664/67, de 28 de Abril, o Dicionário Terminológico, nome que, depois da revisão a que foi submetida, se deu à Terminologia Linguística para os Ensinos Básicos e Secundários, publicada no Diário da República, através da Portaria n.º 1488/2004, de 24 de Dezembro.

No caso do conteúdo ora em análise, ou seja, a classificação das palavras, há diferenças entre o que se contempla na Nomenclatura Gramatical de 1967 e o que se diz no Dicionário Terminológico.

Aquela nomenclatura contempla, na subparte IV Vocábulos, da Fonética Descritiva, três níveis de classificação: monossílabos, dissílabos e polissílabos, enquanto o Dicionário Terminológico, indica quatro níveis de análise: monossílabo, dissílabo, trissílabo e polissílabo.

As escolas passaram e continuam passando por um período de alguma indefinição quanto a este (e a outros…) aspecto (s), pois têm em vigor um programa que obedece à Nomenclatura Gramatical, contemplando três níveis de análise, ao mesmo tempo que o Dicionário Terminológico, no que consta ao que postula no ponto 5 da Portaria n.º 1147/2005, de 8 de Novembro («5.º É fixado em três anos lectivos, com início no presente ano lectivo, o prazo de duração da experiência pedagógica referida no n.º 1»), e o que já está plenamente em vigor, indica quatro.

Esta situação ficará corrigida com a vigência dos novos programas, pois esses, obedecendo ao normativo em vigor, o Dicionário Terminológico, explicitam quatro níveis de análise.

Com efeito, do programa de Português relativo ao 1.º ciclo, no Plano Fonológico do Conhecimento Explícito da Língua (CEL), 3.º e 4.º anos, p. 54, consta o seguinte: «Sílaba, monossílabo, dissílabo, trissílabo, polissílabo», a que está associado o comando como Descritor de Desempenho «classificar palavras quanto ao número de sílabas».

A indefinição que refere tem, então, como origem esta duplicidade de normativos a que o ensino básico ficou sujeito. Mas, como ainda virão programas e terminologias, certamente ficarão sintonizados, e como a nova classificação, chamemos-lhe assim, contempla a análise em monossílabo, dissílabo, trissílabo, polissílabo, creio que a atitude correta a tomar é seguir o Dicionário Terminológico em vigor e adotar a classificação das palavras quanto ao número de sílabas em quatro níveis.


Por Edite Prada em:16 de novembro de 2010. In Áreas Linguísticas:
https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-classificacao-das-palavras-quanto-ao-numero-de-silabas/29203



Sílaba é um fonema ou conjunto de fonemas pronunciados numa só emissão de voz, ou seja, emitido de uma só vez.
É fácil perceber como a sílaba aparece na divisão silábica.

Classificação das palavras quanto ao número de sílabas:

Monossílabas > 1 sílaba > a, é, eu, há, teu, sim, quais , etc...
Dissílabas > 2 sílabas > a-í, u-va, ma-nhã, ru-a, qual-quer, quis, quer, etc...
Trissílabas > 3 sílabas > a-ba-no, or-gu-lhar, ar-tis-ta, fu-ra-cão, etc...
Polissílabas mais de 3 sílabas > so-bre-tu-do, an-ti-ga-men-te,
  in-com-pre-en-sí-vel, etc...


Veja abaixo, em diversos exemplos, como as sílabas são classificadas, de acordo com os agrupamentos em vocábulos:

Vocábulos =  As sílabas, agrupadas, formam vocábulos.

De acordo com o número de sílabas que os formam, os vocábulos podem ser:

Monossílabos => Formados por uma única sílaba.


Exemplos: pó, mão luz, é, pão, cruz, mau, reis, boi, véus, mar, flor, quem, quão, som, eu, céu etc.

Dissílabos => Formados por duas sílabas.


Exemplos: ca/fé, li/vro, sa/pé, fo/lha, lei/te, cai/xas, noi/tes, ca/ír, ro/er, he/rói, so/nhar, sa/guão, ru/a, de/ver, etc.

Trissílabos => Formados por três sílabas.


Exemplos: jo/ga/dor, ca/be/ça, ou/vi/do, sa/ú/de, cir/cui/to, a/lu/no, Eu/ro/pa, ban/dei/ra, cri/an/ça, fun/da/ção, mé/di/co, etc...

Polissílabos => Formados por mais de três sílabas.


Exemplos: es/tu/dan/te, u/ni/ver/si/da/de, li/ber/da/de, em/pre/en/di/men/to, ca/sa/men/to,  a/me/ri/ca/no,   ve/te/ra/no,  na/tu/re/za,  pa/la/ci/a/no, etc...

# Divisão Silábica:
A fala é o primeiro e mais importante recurso usado para a divisão silábica na escrita.

Regra geral: Toda sílaba, obrigatoriamente, possui uma vogal.

Regras práticas: 
> Não se separam ditongos e tritongos.


 Exemplos: mau, averigüei

> Separam-se as letras que representam os hiatos.


Exemplos: sa-í-da, vô-o…

> Separam-se somente os dígrafos rr, ss, sc, sç, xc.


Exemplos: pas-se-a-ta ; car-ro ; ex-ce-to…

> Separam-se os encontros consonantais pronunciados separadamente.


Exemplo: car-ta

> Os elementos mórficos das palavras (prefixos, radicais, sufixos),
quando incorporados à palavra, obedecem às regras gerais.


Exemplos: de-sa-ten-to ; bi-sa-vô ; tran-sa-tlân-ti-co…

Consoante não seguida de vogal permanece na sílaba anterior.
Quando isso ocorrer em início de palavra, a consoante se anexa à sílaba seguinte.


Exemplos: ad-je-ti-vo; tungs-tê-nio; psi-có-lo-go; gno-mo…

Acento tônico gráfico

1-Sílaba tônica =>  A sílaba proferida com mais intensidade que as outras é a sílaba tônica.
Esta possui o acento tônico, também chamado acento de intensidade ou prosódico:


Exemplos: cajá, caderno, lâmpada

2-Sílaba subtônica => Algumas palavras geralmente derivadas e polissílabas, além do acento tônico, possuem um acento secundário. A sílaba com acento secundário é chamada de subtônica.


 Exemplos: terrinha, sozinho

3-Sílaba átona => As sílabas que não são tônicas nem subtônicas chamam-se átonas. Podem ser pretônicas (antes da tônica) ou postônicas (depois da tônica).


Exemplos: ba-ra-ta (átona pretônica, tônica, átona postônica)
                   má-qui-na (tônica, átona postônica, átona postônica)

Classificação das palavras quanto ao acento tônico

As palavras com mais de uma sílaba, conforme a tonicidade,
classificam-se em:

Oxítonas: quando a sílaba tônica é a última – coração, São To, etc.

Paroxítonas: quando a sílaba tônica é a penúltima – cadeira, linha, gua, etc.

Proparoxítonas: quando a sílaba tônica é a antepenúltima – irica, Arica, etc.

Os monossílabos podem ser tônicos ou átonos

Tônicos: São autônomos, emitidos fortemente, como se fossem sílabas tônicas.


Exemplos: ré, teu, lá, dó, pá, pé, sol, etc.

Átonos: Apóiam-se em outras palavras, pois não são autônomos, são emitidos fracamente, como se fossem sílabas átonas.

São palavras sem sentido quando estão isoladas: artigos, pronomes oblíquos, preposições, junções de preposições e artigos, conjunções, pronome relativo que.


Exemplos: o, os, as, lhe, nem, um,  se, etc.
 
recapitulando ... recapitulando ... recapitulando ... recapitulando ...

Classificação

1. Monossílabos (mono=um) Tem apenas uma sílaba


Exemplos: pé, pó, sal, sol, réu, pneu, mão, chão, etc... 

2. Dissílabos (di=duas) Possuem duas sílabas


Exemplos: rua-a, ca-sa, po-ço, me-sa, a-mor, pai-xão, lou-ca, bo-ca, etc...

3. Trissílabos(tri=três) Possuem três sílabas


 Exemplos: ca-vei-ra, re-ló-gio, ár-vo-re, ca-chor-ro, bol-sis-ta, po-e-ta, etc... 

4. Polissílabos (poli=várias) Possui quatro ou mais sílabas


Exemplos: in-te-li-gên-cia, in-te-gri-da-de, fal-si-da-de, o-por-tu-ni-da-de, etc.


 

recapitulando ... recapitulando ... recapitulando ... recapitulando ...

CLASSIFICAÇÃO DAS PALAVRAS QUANTO A SUA TONICIDADE

1. Sílaba Tônica É aquela que possui maior intensidade no momento da pronúncia.


Exemplos: ca-fé ; ví-rus

2. Sílaba Átona É aquela que possui menor intensidade no momento da pronúncia.


Exemplos: lá-pis ; bo-né

3. Subtônica É aquela que possui intensidade intermediária, não tão forte e nem tão fraca.


Exemplos: so-zi-nho -  SO (Subtônica) ZI (tônica) NHO (átona)

OBSERVAÇÃO: É importante saber que o acento prosódico, ou tônico, é o timbre mais forte na pronúncia, enquanto que o acento gráfico é utilizado na escrita.


CLASSIFICAÇÃO DAS PALAVRAS QUANTO À POSIÇÃO DA SÍLABA TÔNICA

1. Proparoxítonas A sílaba tônica é a antepenúltima da palavra

• Exemplo: matemá-ti-ca

2. Paroxítonas A sílaba tônica é a penúltima da palavra

• Exemplo: cará-ter

3. Oxítonas A sílaba tônica é a ultima da palavra

 • Exemplo: ca-fé

Leia mais em: 
https://www.portalsaofrancisco.com.br/portugues/classificacao-das-palavras-quanto-ao-numero-de-silabas
Copyright © Portal São Francisco

 

recapitulando ... recapitulando ... recapitulando ... recapitulando ...



 
Classificação das palavras
De acordo com a quantidade de sílabas, as palavras podem ser classificadas como:
Monossílabas - São as palavras que possuem uma só sílaba. 
  • Exemplos: pó, fé, sul, má, pá.
Dissílabas - São as palavras que possuem duas sílabas.
  • Exemplos: mala, café, sujo, chulé, time, bolsa.
Trissílabas - São as palavras que são formadas por três sílabas.
  • Exemplos: maldade, saudade, príncipe, mochila, ônibus.
Polissílabas - São as palavras que são formadas por 4 ou mais sílabas. 
  • Exemplos: terremoto, cinderela, estremecer, tagarela, precipício.
Regras especiais
Deve-se separar as consoantes no meio da palavra (emissão vocal dissossiada), a não ser que a segunda consoante seja r ou l formando sílaba (mesma emissão vocal).  
  • Exemplos: ap-to, bis-ne-ta, a-pli-car, con- cre-to.
Nos casos de hiatos, se deve separar as sílabas. 
  • Exemplos: ju - í - zes, sa - ú - de.
No caso de um início de uma sílaba, não se separa o encontro de duas consoantes
  • Exemplos: re-fres-co, es-cro-to, psi-có-lo-go.
Alguns dígrafos não devem ser separados: (qu, gu, lh e nh). 
  • Exemplos: queijo, gui-lho-ti-na, guin-cho, ga-li-nha, co-e-lho.
Ditongos e tritongos não devem ser separados. 
  • Exemplos: a-ve-ri-guou, foi-ce.
==========================================================
 
=>> Caso tenha dúvidas na hora de fazer uma separação de sílabas, lembre sempre que deve ter uma vogal em uma sílaba, ou seja, nunca teremos o caso de uma sílaba ter somente consoantes, pois assim não há chances de ter um fonema bem compreensível.

==> Sempre ter cuidado no caso de ditongos, tritongos, dígrafos e demais encontros consonantais e de vogais, pois sempre devemos estar atento às regras, já que cada casso possui uma regra especial de separação de sílabas.
 
FONTES PESQUISADAS:
https://www.gabarite.com.br/dica-concurso/196-palavras-monossilabos-dissilabos-trissilabos-polissilabos http://www.silabas.com.br/silaba/
iN Áreas Linguísticas:
https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-classificacao-das-palavras-quanto-ao-numero-de-silabas/29203

 

Maria Madalena de Jesus Gomes e Pesquisas da Web
Enviado por Maria Madalena de Jesus Gomes em 12/09/2018
Alterado em 12/09/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários