AMADA AMANTE DOS VERSOS
Sou borboleta, sou metamorfose; sou quase perfeita... sou osmose. Sou Madalena de Jesus.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


MURMULHOS

Tempo morno, fim de tarde.
Encontro-me entre quatro paredes;
Em um cantinho aconchegante.
Percebo o farfalhar das folhas.
Escuto o sussurro das águas correntes.
Desejo sair da bolha ...
Meu desejo é uma ordem!
O pensamento fica borbulhante;
Evoco por minha cria.
Clamo pela veia pulsante.
E, antes que termine o dia...
Nasce assim, impressionante!
Para uns nem tanto.
É simples, é apenas mais uma.
Mas, para meu espanto;
Provoca-me celeuma.
Conquanto, estou múltipla; 
Aqui, sozinha em meu canto.

 Madalena de Jesus
Maria Madalena de Jesus Gomes
Enviado por Maria Madalena de Jesus Gomes em 28/11/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários