AMADA AMANTE DOS VERSOS
Sou borboleta, sou metamorfose; sou quase perfeita... sou osmose. Sou Madalena de Jesus.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos



SONETO SEM SENTIDO E CEM PALAVRAS ...


Ao me pegar contando os sons das letras
Notei que nada disso faz sentido
É como se eu chegasse sem ter ido
Ao planeta que em um sistema adentra...

Ao me ver rabiscando em meu caderno
Ao fazer meu rascunho em meu teclado
Ao olhar meu 'PC' mais que ao amado
Percebo que estou indo ao inferno... 

É então, que percebo que estou muda
Muito embora, dentro em mim tudo grita 
Minha entranha, toma um choque, se agita...

Fonema em mim se agarra e não desgruda 
Tem palavra que se acha a favorita 
Porém
, sou eu quem comando minha escrita.¹

Madalena de Jesus
 

(OBS: => No que diz respeito ao formato, o soneto é composto de 14 versos divididos em quatro estrofes, sendo dois quartetos e dois tercetos, organizados pela métrica, isto é, número igual de sílabas poéticas. Há sonetos que são compostos por dez sílabas poéticas, denominados versos decassílabos e há os sonetilhos que são pentassilábicos ou heptassilábicos. Podendo variar de 8, 9, 12 , sílabas poética; é ainda comum se encontrar alguns fomados de 14 versos livres.)  Há os ritmos que demarcam determinadas sílabas tônicas dentro dos versos... este assunto requer maiores e posteriores pesquisas que ainda deixarei em minha escrivaninha.)

(NT: ¹ => Este meu soneto é  decassilábico e foi estilizado com  100 palavras...)
Maria Madalena de Jesus Gomes
Enviado por Maria Madalena de Jesus Gomes em 16/06/2019
Alterado em 18/06/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários