AMADA AMANTE DOS VERSOS
Sou borboleta, sou metamorfose; sou quase perfeita... sou osmose. Sou Madalena de Jesus.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


 
 
GAVETAS DE MINHA ALMA


Eu guardo meus instigantes rabiscos
De um ato de amor extraordinário
Povoado deserto, um campanário
Mascarados driblávamos os riscos

Guardados nas gavetas de minh' alma
Onde fluem serenados os segredos
lá imponho às lembranças o degredo
Só eu tenho as chaves, e isso me acalma

Num átimo escancaro tais gavetas
E as ponho sob as tintas da caneta
Escrevo sob intensa comoção...

Há dúvida quanto a publicação
Porém, escrita sem leitura é morta
Resta ao demérito fechar a porta.

Madalena de Jesus
 



http://www.madalenadejesus.prosaeverso.net/livrovisitas.php
Maria Madalena de Jesus Gomes
Enviado por Maria Madalena de Jesus Gomes em 30/11/2017
Alterado em 30/11/2017

Música: Pássaro de fogo - Paula Fernandes

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários