AMADA AMANTE DOS VERSOS
Sou borboleta, sou metamorfose; sou quase perfeita... sou osmose. Sou Madalena de Jesus.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos





REGURGITO

Sim, eu vomito e, expulso
teu ritual antropofágico
se for para ver o trágico
prefiro cortar meu pulso
Extirpo, extraio, arranco
expulso o que me excede
torpor que em narina fede
delato o preto ou o branco
Se inalasse esse ódio insano
se visse como algo normal
ato vil, asqueroso e imoral
compartilharia de ledo engano

Madalena de Jesus

 


 
Madalena de Jesus
Enviado por Madalena de Jesus em 14/07/2016

Música: Canção Indígena - Mborai Marae

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Os créditos devem ser concedidos à autora Madalena de Jesus. Acessem http://www.madalenadejesus.prosaeverso.net/ e http://madalenadejesus1.blogspot.com.br/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários