AMADA AMANTE DOS VERSOS
Sou borboleta, sou metamorfose; sou quase perfeita... sou osmose. Sou Madalena de Jesus.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos




PERCURSO DE UM INTERIORANO




Tristes lembranças eu tenho
Daquela infância infeliz
Quando em trabalho ferrenho
Tatuei minha cicatriz
Armazenei tanto lenho
Clemente quando não quis.

Trouxe tamanha tristeza
Mas ensinou-me a lutar
Deu-me também a certeza
Que era preciso estudar
De manhã sofria dureza
A noite mente a brilhar

Passaram-se as estações
Hoje nessa escrivaninha
Lembrando as situações
Em que motivos eu tinha
Para tratar com ladrões
Mas mantive-me na linha

Agradeço ao bom Criador
Pelos percalços da vida
Pelos momentos de dor
Quando faltou-me guarida
É que agora sou Doutor
Minha estrada está florida.

Madalena de Jesus


(Baseada em uma história verídica!)
Maria Madalena de Jesus Gomes
Enviado por Maria Madalena de Jesus Gomes em 28/12/2013
Alterado em 17/09/2014
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários