AMADA AMANTE DOS VERSOS
Sou borboleta, sou metamorfose; sou quase perfeita... sou osmose. Sou Madalena de Jesus.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos






VIAJEI NO MEU SONHO




O meu sonho eu acredito que é o meio de transporte mais incrível e mais possante do mundo, ele me leva a todos os lugares, aos mais impossíveis e inimagináveis recônditos em milésimos de segundos.

Pedi a ele para me levar a algum lugar para eu poder me alegrar, pois meu ser estava impregnado de emoções fortes, azedas, padecendo de uma traiçoeira tristeza, mas mesmo assim,  com textura de algodão doce...

Fui a uma visita lá nas estrelas, brinquei com pequenos asteróides, peguei carona em caudas de cometas, corri pelo universo, chutei pequenos planetas, mas não consegui dar um drible na tristeza...

Fiz um mergulho ao fundo do mar, nadei entre corais e seres marinhos os mais esquisitos e impressionantes, conheci um peixinho lilás; com ele confidenciei sobre a tênue tristeza que instalou-se em meu ser e lhe pedi que me mostrasse todas as belezas que havia por lá, a fim de o meu viver alegrar. Ele levou-me a ilhas belíssimas, mostrou-me navios submersos, mas aquela melancolia continuava a perturbar...

Depois adentrei nas florestas, pulei de galho em galho com os macacos; coisa que sempre adorei fazer na minha infância, ou seja, imitar os saltitantes; cantei com os passarinhos e voei aos píncaros tal como nas cenas do 'Crepúsculo', ainda assim, a tristeza continua fazendo morada em mim...

Então, resolvi conversar com a minha razão, e essa logo abraçou sua função, teve uma visão mais perspicaz e disse-me:
"Deixe de ser boba menina, nem toda a beleza que existe no mundo será capaz de a tristeza te arrancar pois ela é um estado dentro da tua alma; algo tão teu, é interior e não exterior, ainda assim, nem você tem o poder de controlar... mesmo por que eu sei, que esta tristeza está ligada ao sentimento de amor que aquele rapaz tem por outra pessoa..."

Só pude então aquiescer; tentei fazer nova viagem e pedi ao meu sonho que, dessa vez, ele me levasse lá, para os confins da terra do esquecimento.

Madalena de Jesus

Madalena de Jesus
Enviado por Madalena de Jesus em 26/11/2012
Alterado em 25/09/2014
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários